FUNDACIONISMO FALIBILISTA X FUNDACIONISMO INFALIBILISTA

Por

Keith Lehrer

em

Theory of knowledge

O desacordo surge quando consideramos à questão, Como estamos completamente justificados em aceitar coisas sem algum argumento para mostrar que elas são verdadeiras? Aceitação aponta a verdade. Se aceitamos algo sem algum argumento para a verdade deste, Como podemos estar completamente justificados em aceitar isso, para fins de aceitar o que é verdadeiro? É também esta questão que o fundacionismo tradicional proveu uma importante resposta, a saber, que algumas crenças garantem sua própria verdade. Se minha aceitação de algo garante a verdade do que eu aceito, então estou completamente justificado em aceitar para fins de obter verdade e evitar o erro. Nós estamos com sucesso garantido na nossa busca para verdade e não podemos falhar. Poderíamos, portanto, chamar isto fundacionismo infalibilista. Assumindo que há crenças que garantem sua própria verdade e que estas são suficientes para justificar-nos em aceitar todas que estamos completamente justificados em aceitar, o fundacionismo infalibilista provê uma brilhante solução ao problema do conhecimento.

Vamos mudar logo à um exame detalhado dos méritos do fundacionismo infalibilista, mas vamos primeiro notar que há fundacionismos de outros tipos. Há, é claro, muitas diferentes formas possíveis de construir uma fundação, e a taxonomia de teoria fundacionista poderia não fazer justiça a todas elas. Sem pretensões para uma taxonomia completa, é necessário, todavia, considerar algumas outras formas de fundacionismo.Por razões vamos logo considerar um fundacionismo que poderia perder as esperanças de encontrar crenças suficientes que garantem sua própria verdade e aceitar uma fundação mais modesta de auto-justificação ou crenças básicas que provêem uma razão para a sua aceitação, mas sem uma garantia de sua verdade. Visto que uma tal razão é um guia falível em vez de garantia de verdade, poderíamos chamar uma teoria deste tipo de fundacionismo falibilista. É característico do fundacionismo falibilista conceder que a razão de uma crença auto-justifica provê para aceitação pode ser refutada ou derrotada por outras considerações, e, portanto, que a razão para a aceitação é uma razão prima facie para aceitação.

Anúncios

Uma resposta to “FUNDACIONISMO FALIBILISTA X FUNDACIONISMO INFALIBILISTA”

  1. Bráulio Gomes Says:

    Cara obrigadão pela ajuda. Graças ao seu blog, a epistemologia tem ficado mais clara para mim. Continue sempre assim, sucesso, que Deus continue abençoando-o. Abraço…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: