O PADRÃO DOS ARGUMENTOS CÉTICOS

Por

Richard Fumerton

em

Epistemology

Existe um padrão para os argumentos mais céticos. O cético começa por colocar um caráter lógico entre os elementos disponíveis para uma pessoa e a verdade da proposição sob ataque cético. Colocando de outra forma, o cético primeiro tenta convencer você que a justificação, se houver, que você possui para crer que você é, pelo menos, coerente com sua crença é falsa. Você pode conceder que tem o tipo de justificação que ainda se o que você crê na base desta justificação não seja verdadeiro. Se a primeira premissa cética é verdadeira, então segue-se que não podemos deduzir que pensamos em crença racionalmente da evidência a nossa disposição. Se aceitamos o padrão cartesiano para conhecimento, isto é, se aceitamos que a idéia de conhecimento requer ter justificação que elimine a conceptibilidade do erro, então podemos já estar posicionados para concluir que não conhecer a proposição sob ataque cético. Mas se a meta do cético é a conclusão mais radical que não temos razão epistêmica para crer que na proposição sob ataque cético, o próximo passo no argumento é por em questão a disponibilidade dos legítimos argumentos não-detutivos para chegar a conclusão em questão. A natureza precisa deste ataque cético irá variar dependendo de como as tentativas do cético irá caracterizar a natureza do argumento probabilístico.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: